Retrato perdido há 300 anos é redescoberto na Europa

Diego Velázquez foi um dos maiores pintores espanhóis do século XVII. Famoso pelos retratos, o pintor foi um dos principais artistas da corte do rei Filipe IV. Mesmo com todo este prestígio, uma de suas pinturas ficou perdida por quase 300 anos. Agora, o retrato de Olimpia Maidalchini Pamphilli, uma das mulheres mais poderosas e influentes de Roma, foi redescoberto e leiloado no dia 3 de julho em Londres.

Com valor estimado entre €2 milhões e €3 milhões, a obra desapareceu em 1724 e havia rumores que já poderia ter sido destruída. No entanto, o retrato chegou à casa de leilões Sotheby’s de Amsterdã há um ano e meio. Desde então, ela vem sendo avaliada por especialistas, que enfim atestaram sua autenticidade.

Olimpia Pamphilli era cunhada, amante e principal conselheira do Papa Inocêncio 10º, tratada como “papisa”, tamanha era sua influência sobre as decisões da Igreja.