IMS recebe exposição fotográfica sobre a máfia italiana

Depois de passar pelo Rio de Janeiro, a exposição “Letizia Battaglia: Palermo” chega ao Instituto Moreira Salles (IMS-SP), em São Paulo. A mostra, que fica na cidade até o dia 22 de setembro, traz 86 imagens que refletem o trabalho da fotógrafa italiana sobre a máfia Cosa Nostra, que atuou em Palermo, capital da Sicília,  entre os anos 70 e 90.

Crianças brincam com armas que receberam de presente dos pais – Foto: Letizia Battaglia (1986)

O objetivo de Battaglia era retratar o cotidiano da cidade e as mudanças sociais que ocorreram nesse período. Temas como pobreza, execução de autoridades e a banalização do uso de armas de brinquedo por crianças eram recorrentes em sua obra. Por isso, acabou se tornando a primeira repórter fotográfica da Itália a cobrir o noticiário policial.

A prisão de Leoluca Bagarella, chefe da máfia Cosa Nostra – Foto: Letizia Battaglia (1979)

A exposição é uma adaptação da mostra montada nas cidades de Palermo e Roma. A edição brasileira conta com a curadoria de Paolo Falcone, especialista no trabalho da fotógrafa. Além disso, será feita a venda do livro sobre as obras de Battaglia, que estão em exposição.

Serviço

“Letizia Battaglia: Palermo”

Onde: Instituto Moreira Salles – São Paulo | Av. Paulista, 2424 – Consolação
Quando: até 22 de setembro | terça a domingo, das 10h às 20h, e quinta, das 10h às 22h (exceto feriados)
Entrada gratuita