CCBB recebe exposição inédita de Paul Klee, artista que transitou em diferentes estilos

58 desenhos, 39 papéis, 16 pinturas, 5 gravuras e 5 fantoches: é esse o que o Centro Cultural do Banco do Brasil (CCBB), em São Paulo, recebe da obra de Paul Klee, na exposição inédita intitulada “Paul Klee – Equilíbrio Instável”, disponível até 29 de abril.

Paul Klee foi um artista nascido na Suíça ainda no século 19, que transitou entre o expressionismo, cubismo e surrealismo. Com paixão por desenhos, escreveu também sobre a teoria das cores. Suas obras refletem seu estado de humor, uma perspectiva às vezes até infantil, e suas crenças.

A mostra no CCB permite ao espectador ver como o artista se expressava de outras formas, como na ópera e no teatro. Não é possível rotular Klee, pois ele passou por vários movimentos artísticos, o que fez com que ele seja considerado um dos artistas mais significativos da Escola de Bauhaus.

Em sua obra, imprime também resquícios da Primeira e Segunda Guerra Mundial, que aconteceu entre 1914 e 1918. Assim como outros artistas contemporâneos a ele, como Edvard Munch e Pablo Picasso, Klee demonstra as angústias do ser humano diante do que acontecia no mundo naquela época.

O artista, nascido na Suíça ainda no século 19, transitou entre o expressionismo, cubismo e surrealismo

Exposição “Paul Klee – Equilíbrio Instável”

Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo

Rua Álvares Penteado, 112 – Centro – São Paulo

(11) 3113-3651

ccbbsp@bb.com.br

Horário: de quarta a segunda, das 9h às 21 horas